DoJo ou Dojô

15 de abril de 2020 Off Por kaminski

Em japonês: 道場 Dōjō,
lit. “Local do caminho”) é o local onde se treinam artes marciais japonesas. … Por isso, é comum ver o praticante fazendo uma reverência antes de adentrar, tal como se faz nos lares japoneses.

O termo foi emprestado do zen-budismo, significando “lugar de iluminação”, onde os monges praticavam a meditação, a concentração, a respiração, os exercícios físicos e outros mais.

Decompondo-se a nos kanjis:
道 «dō» quer dizer «caminho», «estrada» ou «trilha» (sentido espiritual), e
場 «jō», «lugar», «espaço físico», «sítio».

Costuma-se referir a um academia de jiu jitsu, judô, aiquidô, caratê etc. como um dojô, mas se trata de coisas distintas. A palavra «dojô» somente se refere ao espaço físico onde se desenvolve o treino de uma arte marcial japonesa, enquanto academia se refere ao sítio onde se pratica alguma modalidade esportiva, ou não. Logo, «dojô» é o lugar onde se pratica o «caminho de uma arte marcial».

Isto quer dizer que um pintor alcança a felicidade pintando, um médico realizando cirurgias e um budoca praticando uma arte do budô:
(em japonês: 武道; lit. caminho marcial) são as artes ou caminhos marciais de origem japonesa.

São considerados a versão moderna do antigo bujutsu (em japonês: 武術; lit. técnica marcial), as artes marciais tradicionais.

DOJO

Tradução literal: Local do caminho.

Nome em Chinês: 武馆
Transliterações – Wade-Giles: Wu guan.

Nome em japonês Kanji: 道場
Transliterações – Hepburn Tradicional.

Nome em coreano Hanja: 道场Transliterações – Romanização
McCune-Reischauer: Dojang.

Bastards (substantivo – em inglês)

bas·​tard | \ ˈba-stərd  \

Definição de bastardo:

1: um filho ilegítimo

2: algo espúrio, irregular, inferior ou de origem questionável

The … residence is a bastard of the architectural era which followed the building of the Imperial Hotel …— Hugh Byas

3:

a: uma pessoa ofensiva ou desagradável – usada como um termo generalizado de abuso

Then they made him an officer and right away he became the biggest bastard you ever saw.— Thomas Heggen

b: MAN, FELLOW…

The nicest thing an Aussie can call you is a bloody fine bastard.— Wilson Hicks

Derivado do francês antigo bastart, o conceito costuma aludir o descendente de um casal que não está unido pelos laços do matrimónio. Um bastardo também é o descendente ilegítimo de um homem conhecido e o indivíduo cujo pai não está acreditado.

Por outras palavras, bastardo é um filho ilegítimo ou cujo progenitor é desconhecido. Tradicionalmente, seja a nível social ou legal, os filhos bastardos receberam sempre um pior trato do que os filhos legítimos.